Grêmio atropela mais um!

dsl_3448

Por Andre Peixoto

O valente e limitado Monagas até tentou parar esse Grêmio. No primeiro tempo teve grande sucesso. Time foi lento e previsível, facilitando as coisas para o time venezuelano. Léo Moura e Ramiro estavam muito mal tecnicamente. O lateral parece estar sem forças, perdendo lances fáceis e comprometendo ofensivamente o time. Ramiro naquela posição de extrema pela direita também está muito mal. Não consegue ser decisivo e compromete, igualmente, ofensivamente o time. O esforçado e fraco tecnicamente Jael também não conseguia jogar, pois a bola não chegava com qualidade para o chute. Quando vinha era para a tabela curta e todos sabemos que ele tecnicamente destoa do resto do time.

Veio o segundo tempo e a mexida que mudou o jogo. Aliás, essa troca tem sido uma constante nos jogos. Sempre para melhor. Sai Léo Moura e entra Alisson, passando Ramiro para a lateral. Time mudou de figura. A rápida troca de passes se torna irresistível. Então em um cruzamento de Cortez, Jael se antecipa a marcação e, de cabeça, abre o placar. Como tem acontecido nos jogos do Grêmio, após o primeiro gol o time se solta e começa o show. Éverton, o melhor em campo (na minha opinião), apara um rebote e amplia para 2×0. Depois Luan recebe de Arthur e manda um foguete, 3×0. Já no final Cícero de cabeça fecha o placar em 4×0.

Domingo é a final do Gauchão e a resposta de Renato se aceitou ou não a proposta do Flamengo. Gremistas se dividem nas opiniões a respeito de sua decisão. Uns acham que todo esse mistério é para a ivi falar desse assunto e tirar o peso da final. Outros, como eu, acham que Renato aceitou e domingo será sua despedida.

 

 

 

5 comentários em “Grêmio atropela mais um!

  1. É complicado opinar sobre o pensamento de outro. Alguns são motivos por desafios e outros por acomodações e situação estável.
    O Grêmio tem um bom plantel e não vejo grande necessidade de um treinador inventor mas sim de alguém que mantenha os melhores jogadores e procure alternativas para os deficientes. No caso as laterais.
    Claro que pessoalmente questiono o Ramiro Cícero e mesmo o Maicon pois acredito que possamos ter mais qualidade para os mesmos. É o meu pensamento.

    A “teimosia” do Renato em mudar o sistema para facilitar o ataque e fazer escores não me agradam.
    Também a falta de alternativas com a gurizada e envelhecimento da equipe entendo como ponto negativo.

    Na hora que os idosos não dão conta os guris servem de salvação da lavoura…

    É certo que Arthur vai partir e pq não colocar Matheus? É só por e mudar pouco para ganhar ritmo.

    Não é só o Matheus e já estamos no mês 5 aonde as coisas começam a se complicar com datas. Cartões, lesões, fadiga…

    Outra grande preocupação é a zaga onde a reposição não apresenta confiança nenhuma.

    Pessoalmente não acredito na saída do Renato para o Flamengo pois é do DNA do clube um aproveitamento prioritário pela base. Sem um equilíbrio entre o torcedor e direção o treinador que não atender a demanda dança mesmo com resultados positivos.

    Tem sido de 5 meses o troca troca no Flamengo.

    Dinheiro pesa e uma areia e sol pode ser uma boa mas o desafio é grande e não sei se o mesmo tem “peito” para tanto…

    Também a imprensa é mais complicada onde Vasco, Fluminense e Botafogo dividem. No RS é um ou outro.

    Mas voltando ao Grêmio preocupam a mim certas opções e não vejo no banco soluções em determinados jogos. Enquanto os grandes buscam rejuvenescimento o Renato tem envelhecido o time o que entendo ser fácil de administração mas complicado de evolução.

    Vamos aguardar e ver os próximos passos.

    Curtir

  2. A entrevista pós-jogo deixou todos os gremistas com uma pulga atrás da orelha. Antes, tinha a sensação que não sairia, mas agora já não sei de nada…

    Analisando friamente, não seria o fim do mundo a saída dele. O time tem qualidade, um estilo de jogo que não deve mudar com uma eventual troca de comando. Tudo que o treinador tem que fazer é não querer inventar, impor uma nova forma de jogar.
    O mais preocupante é saber quem seria seu substituto. Algum treinador com esse estilo disponível no mercado?
    Dificilmente viria um estrangeiro nesse momento, tampouco um novato. Profissionais mais renomados talvez não se sentissem tão a vontade em somente manter o que vem sendo construído, sem interferir demais.

    Curtir

    1. Uma equipe que está jogando junto a no mínimo dois nos, alguns mais, precisa manter a mesma sistemática de jogo. Mudar o estilo agora seria um grande erro. Um novo treinador, se isso acontecer, deveria ter o compromisso de manter o que está dando certo. O Portaluppi se for embora que leve o Jael e o Cícero.

      Curtir

  3. Boa vitória.

    Sobre Renato e sua decisão: se por um lado o Gremio tem oferecido uma completa estrutura para que o comandante desenvolva seu trabalho, gerando a perspectiva de mais títulos, por outro, se for sair pela promessa de salário substancialmente maior, ele sairá AGORA. Por que? Ora, ele vale o que vale no atual momento. Um ou outro tropeço no decorrer do ano muda tudo. O resultado no futebol, assim como a valorização profissional, é extremamente vinculada ao momento.
    Essa deve ser a grande dúvida do comandante e de seu procurador.

    A temer, conhecendo a personalidade do Portaluppi, um corpo mole ou o uso das circunstâncias para criar um clima propicio a saída.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s