Todo o charme do decadente gauchão

corujão

Por Gustavo Medeiros

Hoje, tarde da noite, um pouco antes do Corujão, o time Tricampeão da Libertadores fará sua estreia no Campeonato Gaúcho de Futebol 2018.

Campeonato que está batendo recordes sobre recordes, negativos, de receita, público e audiência na TV.

Um campeonato enfadonho, comandado por um presidente que se perpetua no poder, enquanto é conselheiro de um certo time vermelho da capital. Time que ano após ano, percorre menos quilômetros para enfrentar seus adversários, nunca jogou à tarde na grama sintética do Passo d´Areia e muito menos é prejudicado pela arbitragem.

Enquanto isso o Grêmio, quando resolveu disputar o campeonato, para valer, teve diversos jogadores lesionados pelos olhos “humanos” complacentes da arbitragem. Kleber Gladiador, Mário Fernandez e Miller Bolanos que o digam. Arbitragens confusas, pênaltis de um lado, não de outro. Regras diferentes para o mesmo tipo de lance. Mas são “humanos”, temos que entender.

Todo o sucesso do charmoso Gauchão pode ser resumido no parágrafo seguinte.

Estamos na metade do campeonato, 24 jogos já foram disputados. Se pegarmos o público pagante de TODOS os 24 jogos e somarmos, não lotaria a Arena.

A média de público é de impressionantes 3.300 pagantes.

E não será com um jogo que começa às 21:30 que irá atrair mais público.

Enquanto isso escutamos a IVI bater na tecla que o Gauchão paga muito mais que a Libertadores. Mas e a bilheteria meus caros comentaristas, que gostam de massacrar os números até encontrar uma maneira de agradá-los? Venda de produtos na loja e patrocínios extras?

Enquanto isso, temos que escutar um gênio da bola, que nunca jogou Libertadores, dizer que o decadente Gauchão é uma mini-libertadores. Nunca dirigi um Porsche, mas é igual eu dizer que dirigir meu Fusca é igual dirigir um mini-porsche (já que foram desenvolvidos pela mesma pessoa). A Libertadores de 2017 teve média de público de 28.573. Quase 10 vezes mais.

Boa sorte, Grêmio! Prepare o time para o que realmente interessa esse ano.

9 comentários em “Todo o charme do decadente gauchão

  1. Nosso ataque vem jogando muito pouco desde o fim do ano passado. O motivo: falta de qualidade técnica. Depois que PR32, o ataque afundou. Ainda bem que vencemos a Libertadores com 1 ou 2 lampejos individuais. Sairam Fernandinho e Barrios, que ñ deixam saudades, e entrou Everton, que deve estourar esse ano, aliás foi o melhor em campo hoje. Mas a reposição do Barrios não chegou e Romildo tem se esquivado de gastar, apoiado na bengala que não tem dinheiro. Poxa, um clube com orçamento se 300 milhões não acha um jeito de repor um titular numa posição vital pro time??? Desde Outubro se sabia que Barrios ñ ficaria e hoje, 4 meses depois, vamos disputar um Título Continental com Jael ou um meia improvisado. E mais uma vez vão atrás de jogador bichado???Se isso não é planejamento falho eu não sei mais nada… Hoje temos um bom time titular incompleto (falta um BOM atacante) e um banco fraquíssimo, sem opções de qualidade para dar opções pro Renato.
    Alisson, Paulo Miranda, Taciano, Tony (sub 20), Maicosuel. Parecem as contratações da Chape, Ponte, Coxa, Avaí, mas não. São os “reforços” do Tri Campeão da América. Ou Romildo reforça esse grupo, ou vamos penar em 2028. Todos nossos concorrentes se reforçaram, e muito. E nós nem atacante temos. Nosso time reserva hoje seria: Paulo Vitor, madson, bressan, paulo miranda, m.o., michel, jailson, cicero, lima, Alisson e jael. Desse time, 1 ou 2 substituem um titular a altura…

    Curtir

  2. Mudou-se o time más o resultado foi o mesmo…

    Muito foi dito e escrito sobre o time e jogadores do Grupo de Transição mas na hora que o time e treinador dos profissionais atuaram o que se viu foi mais do mesmo ou até pior pois não conseguiram marcar um mísero gol.

    Claro que os apaixonados por dirigentes e treinadores vão justificar que faltou tempo para treinamento e aprimoramento.

    Na minha visão faltou é escalar um time melhor e com um bom sistema de jogo coisas que não se vê faz tempo…

    Jogador profissional que não se cuida nas férias não pode ser chamado de profissional pois sabe que manter o corpo em forma é seu instrumento de trabalho e remuneração.

    As peças de reposição contratadas pela direção com aprovação ou indicação do treinador mostraram não estarem à altura do que se esperava e necessitava. Serão mais esqueletos nos armários.

    Como já se viu muito em 2017 basta uma defesa mais consistente e a equipe gremista não consegue superar a defesa adversária. É um parto de bigorna para o Grêmio marcar um mísero gol.

    Desconfio que seja falta de treinamento e capacitação dos profissionais no comando para fazer o time jogar melhor. Não é só questão de contratar medalhões como muitos pedem e sim de jogadores comprometidos com a carreira e com muita ambição.

    Tá cheio de times com medalhões que também não jogam nada enquanto alguns com poucos recursos mas com bons treinadores apresentam variações de jogo durante uma partida e resultados positivos.

    Claro que vai aparecer defensores com diversas explicações para justificar a derrota gremista. Alguns defendendo a direção e outros o treinador. Basta ver o VT da partida para saber os culpados e ter um mínimo de isenção.

    Resta aos torcedores esperar a próxima partida…

    Curtir

    1. Que sirva de exemplo.
      O time estava mal escalado com dois improvisos. Léo Moura na meia e Cícero no ataque.

      Tenho que concordar com meu amigo Diego Amaral.

      Nos resta torcer que o time encaixe para a Recopa.

      Tenho certeza que classificamos para a próxima fase do ruralito e tomara que o grenal seja no primeiro cruzamento.

      Curtir

  3. Não existiria Noveleto se não houvesse os clubes dando-lhe retaguarda. Enquanto não havia um contraditório oferecido pelos blogs e uma mídia independente, Noveletto estaria dizendo maravilhas e aquela repetidora do Pedro mortadela estariam ainda vendendo este campeonato jacu como ouro. O Campeonato onde um árbitro é chamado na sala do presidente da federação porque errou contra o inter…e o presidente disse para esse árbitro pensar na vida???!!!??? Coisa de mafioso ? E todos os erros e lesões em ativos do clube que foram causados por má interpretação da arbitragem ? Quem paga ? O Grêmio está certíssimo em não colocar o rico plantel num campeonato onde tem favoritismo pra um lado.
    Os campeonatos estaduais só existem pela politicagem da cbf. Ponto final. Simples. Na imprensa do RS poucos tem moral pra criticar a cbf. Se apoiam noveletto que agora está dando ao del Nero, qualquer reportagem sobre moralização da cbf soa hipocrita e mentirosa.

    Curtir

  4. Até os papagaios da Redenção sabem que o gauchão está com os dias contados, o fim é certo o problema é saber quando. Neste Brasil tudo é lento, o gauchão como conhecemos começou só em 1960; já o brasileiro em 1971; pontos corridos só em 2003. No fundo dessa lentidão toda tem os adoradores de fórmulas, quanto mais complicada melhor, vide o gauchão atual.

    Curtir

  5. Muito bom Gustavo.

    Entendo que a culpa é dos clubes que recebem benesses da entidade para respirar e continuar votando no dirigente.

    Vai longe um regional que clubes tinham apoio dos cidadãos lotando estádios e faziam frente à dupla e serviam de celeiro de jogadores.

    Vamos assistir ao gauchão do corujão e os valentes torcedores que forem assistir vão se locomover em carros blindados no breu do entorno.

    Coisas da Federação Gaúcha de Futebol onde um gremista é vice…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s