Grêmio 3×5 Caxias (2ª rodada Gauchão)

39769565422_2e5177cf40_k

Por Andre Peixoto

E na segunda rodada do Campeonato Gaúcho tivemos de tudo. Muitos gols, bom futebol da gurizada do Grêmio, erros da defesa tricolor e o de sempre: juiz com erro humano e o goleiro Bruno Grassi aceitando gol de tudo quanto é tipo.

A gurizada entrou em campo a todo vapor. Velocidade, muito toque de bola, deslocamentos, ultrapassagens e marcação adiantada. Tanto que logo em seguida abriu o placar. Minutos depois, na primeira investida do Caxias veio o gol. Bola cruzada na área, falha da zaga e gol de cabeça. Grêmio virou para 3×1 com muito bom futebol. Mas aos poucos os erros foram se somando, com falha da zaga e do goleiro Bruno Grassi, que mostra a todos que não possui as mínimas condições de estar no clube. Muito fraco tecnicamente. É o tipo de goleiro que o adversário fala: só chutar que é gol.

Mas não são somente falhas que devemos analisar essa partida. O Grêmio esteve muito bem do meio prá frente. Jogadores como Balbino, Matheuzinho e Jean Pierre foram muito bem na partida. Acredito que esse seja o caminho. Usar a gurizada sem se importar com os resultados. Grêmio precisa dar força a eles. Dar confiança. O grupo principal só deve jogar esse campeonato falcatrua para pegar ritmo. Até porque nada irá mudar no Noveletão. Teremos sempre erros grotescos de arbitragem. Fica até ridículo comentar.

Presidente Romildo: continue com esse planejamento…

 

8 comentários em “Grêmio 3×5 Caxias (2ª rodada Gauchão)

  1. O lado bom desse planejamento é perceber que a base do GRÊMIO está produzindo muitos talentos, porém um time só de garotos não vai ganhar de um time maduro, bem treinado, mesmo sendo da série D. O maior problema que eu percebi foi que o jogador experiente, que era para tranquilizar os garotos, principalmente da zaga, foi o mais intranquilo do jogo, e com direito a três falhas ridículas. Outra situação que devemos respeitar no futebol é que em cada setor DEVE ser escalado um jogador experiente, um zagueiro, um meio campo e um atacante, o resultado seria outro. Abraços

    Curtir

  2. Para os “resenheiros” terem a dimensão o vexame de sábado, tomar 5 gols de um time do interior, o Grêmio em toda a trajetória do Olímpico em apenas uma vez tomou 4 de um interiorano, o Juventude. Qual é a serie do Caxias no espaço nacional D, E, F,?

    Um clube que se vangloria ser tri da América e ser o segundo do mundo no ranking não pode, vou repetir, não pode, tomar 5 de um clube como o Caxias, mesmo que jogue com os juvenis. Será que o time juvenil do Barcelona toma 5 do Caxias?

    Tomamos 5 do Santa Cruz do Recife, 4 do Sport, 4 do Atlético Mineiro, perdemos 5 partidas na Arena Brasileirão/2017, uma delas para o Avaí.

    Minha hipótese para o conformismo a estratégia do “time alternativo/transição”: estamos naturalizando a derrota.

    Curtir

  3. O problema é o cara que fica na lateral do campo e distribui as camisas. Será que ele não vê o que os torcedores vêem?

    Grassi aceitou chutes do Otero e não parou mais de levar gols bobos.

    Entre Ijuí e Caxias César não conseguiu reposicionar a zaga e dar equilíbrio ao time.

    Poderia pedir apoio ao Geromel e Kannemann para isso ou ao Renato que assistiu ao jogo de camarote tendo uma visão mais ampla do posicionamento.

    Como sugestão indico a colocação da chamada câmera inglesa ou câmera sobre o campo que permite perfeitamente observar o posicionamento e deslocamento de cada jogador em campo.

    Hoje muitos já usam até drones em treinamento mas a câmera operada por controle remoto ainda é mais simples com maior durabilidade.

    Agora é esperar a próxima partida e ver se teremos evolução.

    Curtir

    1. “O problema é o cara que fica na lateral do campo e distribui as camisas. Será que ele não vê o que os torcedores vêem?”
      Lá na Arena tá institucionalizado o pensamento mágico…ninguém ve nada…vide Fernandinho e Jael…

      Curtir

  4. Espero estar profundamente errado, mas o passado recente desse “Gremio transição” permite formular um prognostico ruim. Em síntese, vamos correr um sério risco de não se classificar para o octogonal. Será um vexame histórico.

    Curtir

    1. Jorge, minha opinião é a de que o Grêmio apenas use o gauchão como laboratório e também para dar ritmo aos titulares. Enquanto estiver Francisco Noveleto a frente da FGF continuaremos a sempre reclamar de favorecimentos, erros de arbitragem a favor dos vermelhos e sempre nos prejudicando. Eu, honestamente, enchi o saco disso tudo…
      Abraço

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s