O Grêmio em 2018

Especulações Futebol Clube

Por Andre Peixoto

mercado-da-bola

Essa época do ano é extremamente complicado ouvir ou ler o noticiário esportivo. Brotam especulações sobre jogadores, transferências, contratações e muita, mas muita barrigada e notícia plantada. A ivi faz a festa, principalmente quando é para exaltar os vermelhos e criar crise no multicampeão Grêmio. Mas, deixem que “acoem” sozinhos…

E por falar em reforços, o Grêmio possui algumas carências no seu elenco, tanto titular como em nível de grupo. O blogueiro acredita que algumas peças precisam de reposição para esse difícil ano que virá. A dupla de zaga precisa de reservas a altura, para que não caia tanto o rendimento quando da ausência de um deles. Na minha opinião, o único zagueiro confiável do elenco reserva é o Rafael Thyere. O restante precisa procurar espaço em outro clube. A lateral esquerda necessita também de reposição a altura, já que tenho calafrios toda vez que ouço falar em MARCELO OLIVEIRA. Talvez até em nível titular (tenho sérias dúvidas quanto a qualidade de Cortez). Na direita é necessário um terceiro reserva. O lateral Leonardo já deu mostras que não tem nenhuma qualidade de vestir a camisa gremista. Até hoje não entendo o não aproveitamento de Raul. Talvez um dia eu fique sabendo o motivo. Se Edílson realmente for para o Cruzeiro, uma contratação de qualidade indiscutível é necessária. Leo Moura está mais para fim de carreira do que para solução.

Mas no meio de campo é que precisamos mesmo de reposição. Com a provável saída de Arthur, Maicon (se estiver recuperado) assume a posição com grande facilidade. Ele se acerta mais ao lado de Michel do que este com Jaílson, que pode estar indo embora também. O nosso Patrono do Resenha destaca sempre o  jovem Balbino para esse setor. Confesso que vi poucas vezes esse guri jogar. Mas dessas poucas vezes não me chamou a atenção. Tomara que eu esteja enganado. Então chegamos onde eu queria falar: a posição de Ramiro. Creio que precisamos de  um jogador de maior qualidade nesse setor. Como já disseram e em determinados momentos eu até aceitava, Ramiro é o jogador de esquema favorito dos técnicos. Mas falta qualidade ao jogador. Também acho um desperdício para o setor ter um jogador de esquema. E nesse setor temos talentos da base pedindo passagem. Jean Pierre, Patrick e Felipe Tontini (que volta de empréstimo). Acredito que um grande meia deva ser contratado, pois não acredito NADA em Doulglas e muito menos no enganador Fernandinho. Acho que Luan deva ser vendido embora não tenha aparecido propostas até agora (se tivesse, a ivi já teria noticiado).

No ataque temos o injustiçado Everton, Beto da Silva, Dionathã, Lucas Poletto, a provável volta de Guilherme e também Vico e Tilica.  Também acho que um grande atacante de movimentação deva ser contratado (meu sonho seria Jonas, do Benfica). Eu disse de movimentação, pois pipocam nas veias da ivi que o Grêmio procura um 9. Falar de 9 para ivi é aipim. Já falaram no interesse do Grêmio em Henrique Dourado, o aipim fazedor de gols de pênalti. Hoje falaram no He Man (cruz credo). Enfim, como já disse, é difícil ler o noticiário essa época.

Outro tema que é recorrente é na contratação de jogador sul americano. Eu considero um desperdício de tempo, tendo em vista que Renato não gosta de jogador estrangeiro. Isso é fato e não opinião. Os exemplos são vastos, basta recorrer ao Google. Então não me venham com especulação de jogadores de fora do país.

Mas a notícia que agitou as redes sociais hoje foi o então pedido de Renato para volta de Miller Bolaños. Se realmente for verdade, creio ser um baita reforço. Mas é óbvio que para isso ele deva querer jogar aqui. Parece que antes não queria…

20 comentários em “O Grêmio em 2018

  1. Otima coluna. Concordo com a maioria das avaliacoes (Thyeri e bom zagueiro, apesar de ser injustamente comparado por alguns ao Bressan). Fala-se em usar Marcelo Oliveira na zaga, mas acho que e piada (so pode ser…)
    Se Bolanos voltar com vontade de jogar teriamos:
    Grohe
    Edilson/Leo, Geromel, Kanemann e Cortez (bom jogador)
    Arthur/Maicon, Michel, Jean Pierre, Luan e MEIA ATACANTE DE VELOCIDADE (Tipo Pedro Rocha).
    Bolanos.
    Sou da turma do RW, nao caiamos na conversa da IVI, no zagueiro experiente, volante marcador, no centroavante aipin pra “fechar a casinha e jogar por uma bola”.
    Nao podemos desmanchar o que temos de melhor.
    Oremos que a direcao acerte novamente em 2018.

    Curtir

    1. Não posso acreditar que o Grêmio vá renovar com Jael. Existem especulações que ele pediu aumento e ainda luvas. Jael ficando é, além de uma afronta e um tapa na cara da torcida, a certeza que estará impedindo o avanço de uma promessa da base.
      Quero acreditar que tudo isso seja um despiste da direção, tirando o foco de alguma contratação. Renovar com um centroavante limitadíssimo como Jael e que passou 2017 sem fazer um miserável gol é demais prá mim…

      Curtir

  2. Creio que a prioridade, pensando exclusivamente no time titular, deveria ser a dupla de ataque. Algum dos guris da base até podem vir a se tornar titular durante a temporada, mas julgo essencial ir buscar um jogador mais pronto para o setor, desde que seja para realmente chegar e fazer a diferença (difícil é encontrar esse jogador).
    Imaginando que o Grêmio jogará as primeiras rodadas do Gauchão com o time de transição, é um bom momento para testar, dar experiência em uma competição dura e separar quais jovens já estão preparados para subir ao grupo principal e quais ainda precisam evoluir.

    Para o grupo, contrataria dois zagueiros, sendo que um deles com nível de titular, para que quando Geromel ou Kanneman não puderem jogar, termos total confiança no seu substituto.
    Um meia com características de armação e um de movimentação, substitutos para as posições de Luan e Ramiro.
    A lateral esquerda me preocupa, pois tenho pavor do Oliveira e não confio no Cortês, embora tenha feito uma boa temporada, admito.

    Isso tudo pensando que ninguém sairá. Para o lugar do Arthur, acho que temos boas opções, mesmo que se perca muito em qualidade. Se o Luan sair, será um baque. Difícil encontrar um jogador de sua posição, com características e qualidade semelhante. O time precisará se reinventar.

    Mas o mais importante já está sendo feito, a manutenção da estrutura de trabalho vencedora e da equipe-base. Temos um excelente ponto de partida e, fazendo os ajustes necessários, poderemos ter mais um grande ano.

    Saudações TRIcolores, Feliz 2018 para todos nós Gremistas!

    Curtir

  3. Antes de qualquer discussão sobre jogadores, precisamos falar de prioridades. Sou assinante pay per view e tenho duas cadeiras gold na Arena e não quero jogar dinheiro fora. Pergunto: Fale a pena ter isso se a prioridade são as copas que passa até em canal aberto? Eu não suporto ver o Imortal perder, fico muito incomodado e torcer para o tal time “alternativo” é uma prova que não gosto de enfrentar. Tenho estrutura mental para aguentar derrota em cima de derrota.

    Sou amigo do RW e sei a posição dele sobre o tema prioridades.

    Quero saber a posição do Resenha acerca desse tema.

    Curtir

    1. Prezado Jorge.
      Seria muita pretensão minha falar em nome de todos os meus amigos do Resenha. Portanto vou externar a minha (Andre Peixoto) opinião sobre o teu questionamento. Eu sou completamente contra o time alternativo no Campeonato Brasileiro. Eu também sou assinante de PPV e gostaria de saber o planejamento da direção sobre o campeonato. Dependendo da resposta, cancelo na hora a assinatura. Os motivos são muitos, como arrecadação do quadro social, bilheteria, patrocinadores e etc. Como convencer os sócios a irem a Arena se o clube não quer ganhar o brasileiro? Portanto, meu amigo Jorge, creio que o planejamento inicial deva ser a pré temporada ideal para o grupo principal, iniciando o gauchão com a gurizada da base. Mas como os titulares precisarão jogar, creio que nos jogos na Arena, após a pré temporada, devam jogar para pegar ritmo. A Libertadores começa em fevereiro, então o time precisa estar azeitado para essa competição. Se eu pudesse dar prioridades em 2018, seria o Campeonato Brasileiro juntamente com a Libertadores.
      Essa é a minha opinião…

      Curtir

      1. Fiz o comentário vendo Real Madri e Barcelona (como alguns não gostam do Barcelona???) e cometi alguns erros: onde Fale é Não vale …e Não tenho estrutura …

        E como gaúcho é excêntrico: não gosta do Guardiola, não gosta do Barcelona, não gosta do formado do brasileiro, adora volante, adora centroavante aipim, votou no Sartori, votou no Mark Junior, …

        A mente do gaúcho é um mistério.

        Curtir

        1. Me desculpe isso não procede. Isso não tem.nafa a ver com futebol bem jogado ou com jogador que só da carrinho. O problema consiste em vencer ou perder. Se vencer não importa como foi, se perder tudo está errado não importa como também.
          O Grêmio vinha jogando mesmo o melhor futebol no Brasil e tanto imprensa e torcida estava em êxtase. Portanto, vao adorar Guardiola se vencer com os times daqui, da mesma forma vai gostar se vencer com o Roth. Aqui se ganha e se perde e ninguém descobre como isso acontece. Vide nosso time.
          E falando especificamente sobre o Grêmio, historicamente sempre que se forma um grupo vencedor como num passe de mágica o time muda para pior até virando o fio pelo simples fato que um título já basta que tudo está lindo e maravilhoso e é só manter o foco. Se não agregar qualidade no elenco, mas com contratações pontuais com jogadores que vistam a camisa e joguem, pelo fato que estamos em alta, que jogadores querem jogar num time vencedor, se torna mais barato e mais fácil de adaptação, pois tem uma boa base. O clube não se individual assim, se individa quando tem que contratar um time novo porque está muito mal.

          Curtir

  4. “Nossa safra de meias também tem sido muito promissora e Patrick e Jean Pyerre tem se destacado. Necessitam jogar mais para pegar o ritmo de titular já que a diferença entre profissionais e base é grande na preparação e força de confrontos.
    Mesmo acreditando no potencial da dupla não é de estranhar se mais alguns surgirem logo depois dos trabalhos de pré temporada.” (Chico Coelho…)
    É aqui que falo em falta de continuidade…

    Curtido por 1 pessoa

  5. Parabéns André.

    A direção gremista deve ficar atenta com renovação ou finalização de contratos no final do ano. O renovar do Renato provocou atraso na definição do elenco.
    Este atraso vai mostrar seus reflexos nas contratações e resultado de campo.

    Peças que chegam vão levar algum tempo para se adaptar ao “sistema” e com o ambiente gremista. Alguns podem não conseguir…

    Os setores carentes não vou repetir pois já foi dito. Minha preferência sempre será por aproveitamento da base se tiver qualidade e capacidade para assumir a titularidade.

    Claro que nem todas as posições possuem jovens afirmados para assumir a titularidade de forma inquestionável. Também não há bons valores sobrando no mercado embora sabendo procurar podem encontrar.

    Antigamente as contratações eram na maioria de clubes gaúchos com observação durante o regional. As demais de outros clubes brasileiros com trocas empréstimos ou compras. Com a evolução das categorias de base boa parte vem da mesma hoje.

    Acredito ter sido a empolgação com o Mundial que desviou o foco.
    No segundo dia de 18 já veremos a bola correndo e milhares de sonhos lutando por um lugar de titular em algum dos grandes clubes brasileiro na Copa SP.
    O Grêmio estreia no dia 3 com transmissão ao vivo.

    Balbino é um bom nome para ser um titular do Grêmio e dependerá do desempenho com a 5. Vai competir com Michel sendo ambos canhotos. Machado também quer lutar no setor assim como Ancheta. Se tiver apoio do treinador e a paciência de alguns torcedores certamente vão vingar. Também há outros na “fábrica” gremista de volantes.

    Nossa safra de meias também tem sido muito promissora e Patrick e Jean Pyerre tem se destacado. Necessitam jogar mais para pegar o ritmo de titular já que a diferença entre profissionais e base é grande na preparação e força de confrontos.
    Mesmo acreditando no potencial da dupla não é de estranhar se mais alguns surgirem logo depois dos trabalhos de pré temporada.

    Teremos alguns retornos de jogadores que foram emprestados para ganhar currículo e voltam com carimbo de aprovação. Tontini é um deles e é um meia clássico cadenciador que bem preparado fisicamente pode se firmar. Lima também retorna e vai incomodar qualquer um na disputa pela titularidade. Guilherme eu não sei se retornará pois entendo que o Botafogo poderá tentar negociar sua contratação. Depende do treinador que assumir o Botafogo no lugar do Jair.

    Não frente temos opções onde o Pepê Da Silva Poletto e Dionathã prometem muito incomodar Renato assim como o Batista. Se alguém não capricha na preparação tem mais gente na fila pronto para mostrar serviços…

    Já tem um grupo treinando para o confronto em Ijuí que será reforçado nos próximos dias.
    Agora nos resta esperar e ver o que a direção gremista poderá fazer em prol de um ano mais difícil onde o Grêmio será um time a ser batido pela conquista da LA.
    Os resultados mostraram até para os mais apaixonados que não podemos perder torneios entrando com times desenrolado. Mesmo um time de base bem treinado e com algum reforço pode evitar perdas de pontos.

    A premiação da próxima temporada promete e futebol hoje se faz com qualidade e receitas.

    Curtir

    1. – Machado sempre me chamou muito a atenção na base. Desde que subiu para o profissional tem oscilado, fazendo boas partidas, mas cometendo muitos erros infantis. Ainda acredito que poderá vingar no time de cima.
      – Balbino me parece ser um jogador parecido com o Jaílson, se destacando pela força física e movimentação.
      – O Anchieta me lembra o Busquets do Barça (guarda as devidas proporções, óbvio). Parece lento, mas é técnico, bom passe, boa visão de jogo. O Jean Pyerre tem as mesmas características, embora jogue mais a frente, como um meia.
      – Eu vi alguns bons jogos do Lima no Ceará. Oscilante durante as partidas, é um meia de chegada na área, sem ser um armador. Creio que renda mais pelo lado do campo, mesma posição do Patrick, na minha opinião.

      Como escrevi em outro comentário, penso que o Gauchão deveria ser o momento de deixar os guris jogarem, para pegar experiência. Que joguem a fase classificatória e os titulares entrem no mata-mata. É minha opinião e é polêmica, eu sei. Seria um problema para a direção, já que a RBS cairia em cima e a torcida também. Complicado convencer o torcedor que o Gauchão vai servir como teste, visando os torneios nacionais e internacionais.

      Curtir

    2. Não acredito que vão dar chances aos jovens da base. Arthur só teve chance porque Maicon se lesionou. Renato prefere Jael ou outro ex-jogador cascudo para dar mil e uma oportunidades. Vai ter chapa branca pedindo renovação de Jael.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s